Pais de alunos protestam em defesa de professores em Itanhém. Juiz mediou reunião

Por: Agua Preta News
11/04/2018 - 22:13:35

Por: Edelvânio Pinheiro

Um grupo de alunos e pais de alunos se reuniu na manhã desta quarta-feira (11) em frente à prefeitura de Itanhém, para cobrar um posicionamento da prefeita Zulma Pinheiro, referente à greve dos professores, que completa hoje 11 dias.

As pessoas levaram faixas, cartazes e apitos e, se dirigindo à prefeita, gritaram expressões do tipo “o povo te elegeu, mas já se arrependeu”.

Em um carro de som algumas mães de alunos criticaram a chefe do Executivo e a forma como a educação no município vem sendo conduzida.

“O lugar dos nossos filhos é na escola, não é dentro de casa não. Eu votei em você Zulma, mas estou arrependida. Cadê a mulher de peito, de atitude, que falou que seria a mulher da família?” [Você é a mulher] da sua família porque a nossa você esqueceu”, disse Laine Vieira, moradora de Itanhém.

“Não estamos apoiando só os professores, estamos também apoiando os nossos filhos, porque eles não serão ninguém sem o professor. Pergunta se algum filho dela [da prefeita] já estudou em alguma escola pública. Na escola onde a minha filha estuda a merenda está uma merda, sendo que na administração passada a merenda era de qualidade. Onde está o dinheiro que vem para a educação? Dizem que o futuro de nossos filhos é a educação. Que futuro a minha filha vai ter se não tem uma educação de qualidade? Fica aqui a minha indignação prefeita. Fico muito indignada com você e com os comparsas que você colocou nessa prefeitura”, indignou-se Adriana Barbosa, moradora de Vila São José.

 

“Batinga está uma ‘porqueira’. Tem muitos alunos que estão saindo da escola porque não está tendo merenda, porque a merenda é leite com café. Isso é uma vergonha”, desabafou Rosana Barbosa, que mora em Umburaninha, distrito de Bertópolis, e estuda em Batinga.

A prefeita Zulma Pinheiro, mais uma vez, durante uma manifestação popular, não foi à prefeitura e os alunos e pais de alunos se dirigiram à secretaria da Educação, que tem como chefe Álvaro Pinheiro, que é irmão da prefeita,

Na secretaria, também com faixas, cartazes e apitos, as pessoas gritaram expressões como “ô secretário cadê você, eu vim aqui só pra te ver’. Álvaro Pinheiro também não foi trabalhar nesta quarta-feira, pelo menos no período em que os manifestantes foram à sua procura.

Nas redes sociais circulou uma foto de um oficial de Justiça na porta da sede da secretaria. A legenda da foto dizia que o secretário havia sido convocado pelo juiz Argenildo Fernandes, que é substituto na comarca de Itanhém. O Água Preta News não confirmou se a presença do oficial na secretaria se tratava, de fato, de uma convocação do secretário pela Justiça, mas, houve uma reunião no fórum, muito provavelmente provocada pelos pais de alunos que fizeram a manifestação. A reunião foi mediada pelo magistrado.

Na reunião, além do magistrado, esteve presente o secretário, o presidente da APLB, Marcos Pires, representantes dos pais de alunos e a advogada Kerry Anne Esteves que, a pedido dos manifestantes, se fez presente. Na saída do fórum, a advogada foi recebida por um grupo de pais de alunos, que aplaudiu o gesto da profissional, por ter, naquele momento, atendido o pedido da comunidade.

“O secretário se comprometeu passar a documentação necessária para ser analisada por técnicos da APLB”, explicou Marcos Pires.

Na próxima sexta-feira, às 9h, a categoria vai se reunir, em assembleia extraordinária, na Escola Municipal São Bernardo, para tomar conhecimento do quanto discutido na reunião com o juiz Argenildo Fernandes e deliberar sobre a continuidade ou não da greve.Também, o juiz criou um grupo de WhatsApp, do qual participa o próprio magistrado, a secretaria da Educação, a APLB, representantes de pais de alunos e a advogada Kerry Anne. O objetivo deste grupo é acompanhar as discussões e alinhar as tratativas.

 

PUBLICIDADE

Últimas Notícias



PUBLICIDADE

Enquete


Copyright © 2003 / 2018 - Todos os direitos reservados
NossaCara.com é propriedade da empresa Brito Santos Comunicações e Publicidades Ltda.
Fones: (73) 9 9111-2313 / (73) 9 8158 2860