Pedal Anchieta traz 40 mil ciclistas a Santos. Plano Cicloviário de SP é assinado no Museu Pelé

Por: Ascom / PMSantos
05/12/2018 - 21:18:24

Santos recebeu na manhã de domingo (2) cerca de 40 mil participantes do Pedal Anchieta 2018, evento ciclístico com largada em São Paulo, no quilômetro 12,6 da Rodovia Anchieta, e descida pela via até o Largo Marquês de Monte Alegre, no bairro Valongo, num total de 55 quilômetros percorridos.

A festa do esporte também foi marcada pela assinatura do decreto que regulamenta a lei 10.095/1998, que dispõe sobre o Plano Cicloviário do Estado de São Paulo, pelo governador Márcio França, em cerimônia realizada em frente ao Museu Pelé. O documento tem, entre outros objetivos, planejar a implantação de infraestrutura de ciclovias ou ciclofaixas nas rodovias estaduais, além de promover a integração com o sistema intermunicipal de transportes. Também prevê o desenvolvimento do Programa Especial de Ciclovias e Ciclofaixas, sob a coordenação da Secretaria de Logística e Transportes do Estado de São Paulo.

Em seu pronunciamento, França destacou a necessidade de diálogo e entendimento para a solução de questões de interesse do público, ressaltando a vontade dos ciclistas em realizar a descida a Santos pela rodovia, o que era feito de forma espontânea pelos esportistas, e a preocupação do governo com a segurança para esse acesso, o que gerou embates no passado. “A partir de agora esse formato (de descida) está, de maneira institucional, resolvido. Isso serve de bom exemplo para que possamos resolver conversando tantos outros problemas que temos no Brasil”. As grandes soluções vêm do entendimento de muitas cabeças, e tenho certeza que é isso que apontamos para cá”.

O prefeito Paulo Alexandre Barbosa destacou a vocação de Santos para o ciclismo. “Uma tradição muito forte no esporte. Também somos um dos municípios que tem o maior volume de ciclovias do Brasil. São quase 50 quilômetros. Também temos o Bike Santos, em que as pessoas podem utilizar as bicicletas, distribuídas em mais de 37 estações pela Cidade, para a locomoção, e o Bike Kids, para que as crianças também possam usufruir das bicicletas. Por isso é importante que possamos investir no esporte e no ciclismo, que tem muita participação aqui”.

RODOVIAS

O secretário estadual de Logística e Transportes, Mário Mondolfo, ao lado de autoridades paulistas e municipais, também participou do evento. “A partir de agora qualquer rodovia que seja ampliada ou construída em São Paulo terá que contemplar a questão da ciclovia. Por meio desse decreto também será possível que sejam feitas as estatísticas, separadamente, dos casos envolvendo ciclistas. Poderemos detectar onde ocorrem os acidentes, como ocorrem e o que é possível ser feito, em termos de engenharia e regulamentação, para evitá-los”.

Tentativas de descida da serra começaram há dez anos

Um dos organizadores do Pedal Anchieta 2018, o advogado e ciclista Aparecido Ignácio de Medeiros, membro da Comissão de Estudos da Mobilidade Ciclística da OAB-SP, falou sobre o histórico para viabilização da prova. “Essa tentativa de descida para Santos teve início há dez anos com a ciclista Márcia Prado, que morreu atropelada na Avenida Paulista, em 2009. Essa prova e o trajeto prestam homenagem a ela. A partir daí começamos um trabalho para trazer o pessoal aqui para a Baixada e estimular o cicloturismo, uma das formas mais saudáveis de se viajar que há no mundo. A partir do episódio com a Márcia começamos uma articulação com vereadores e parlamentares, o que gerou o Ciclo Comitê Paulista, um organismo voluntário misto. Realizamos 41 reuniões para essa prova. Também começamos a pesquisar sobre a legislação na OAB e encontramos essa lei assinada hoje, arquivada há 20 anos, acolhida pelo Governo de São Paulo”.

O público compareceu em massa para a descida da serra em direção ao Valongo, e depois se dirigiu, em grande parte, à praia. “Nunca havíamos participado de uma prova oficial. Essa nos interessou por não ter ideia competitiva, mas de passeio. Foi bem tranquilo, embora você tenha que tomar cuidado na descida. Fizemos o percurso em cerca de 3 horas, já que a organização realiza várias paradas para aglutinar o pessoal. Foi bem legal”, disse o professor de Educação Física Clayton da Silva Carmo, de 37 anos, morador de Santo André, acompanhado da nutricionista Lívia Monteiro, de 34 anos, também de Santo André.

O Pedal Anchieta 2018 teve apoio e parceria da Concessionária Ecovias, das Secretarias de Estado de Transporte, Meio Ambiente e Turismo, da Polícia Militar de São Paulo, Polícia Rodoviária, Artesp e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), além das prefeituras das cidades no percurso. Em Santos houve mobilização de agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), veículos do Samu, Guarda Municipal e das secretarias de Turismo e Cultura.

Fotos: Susan Hortas e Márcio Bernardino

PUBLICIDADE

Últimas Notícias



PUBLICIDADE

Copyright © 2003 / 2018 - Todos os direitos reservados
NossaCara.com é propriedade da empresa Brito Santos Comunicações e Publicidades Ltda.
Fones: (73) 9 9111-2313 / (73) 9 8158 2860