Toneladas de cocaína são apreendidas nos portos do ES e de 4 estados. Entenda o esquema

Por: Jornal / Alerta
09/07/2018 - 19:58:40

As drogas eram enviadas dentro de contêiner de navio para países da Europa

Mais de dez pessoas já foram presas suspeitas de integrar uma quadrilha de tráfico internacional de drogas. A polícia federal descobriu que o grupo transportava o entorpecente dentro de contêineres, em navios, para o exterior. Nesta segunda-feira (9) um motorista foi preso e uma carreta que transportava drogas foi apreendida em Belford Roxo, no Rio de Janeiro.

Na casa do motorista os policiais também apreenderam três carros, mas o suspeito é só uma ponta de um grande esquema de tráfico internacional de drogas. Antes de amanhecer, as equipes da Polícia Federal já estavam reunidas na sede da corporação. A ação aconteceu no Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo. Cem policiais cumprem 21 mandados de busca e apreensão e 15 de prisão preventiva.

O alvo da operação é uma quadrilha que envia drogas para a Europa em contêiner de navio. A investigação durou um ano. Cerca de quatro toneladas cocaína foram apreendidas nos portos do Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Espírito Santo e Pernambuco. Um casal de empresários foi preso em um condomínio de luxo na Barra da Tijuca, no estado carioca. Eles são suspeitos de participarem do esquema.

A Receita Federal também acompanhou a Polícia Federal no imóvel do suspeito. O casal tem uma empresa de importação e exportação. Eles deixaram o condomínio em um carro de luxo e foram escoltados pelos agentes.

O esquema funcionava da seguinte forma: a quadrilha escolhia um contêiner cuja carga original chamasse pouca atenção dos fiscais. O lacre era rompido e substituído por outro semelhante. A droga então era colocada no contêiner selecionado e seguia de navio para a Europa.

Com uma autorização judicial, os policiais seguiram a carga e descobriram que o entorpecente chegava aos portos da Bélgica, Itália e Espanha. O dono do contêiner e o contratante da remessa não sabiam da ação criminosa. Os investigadores descobriram ainda que a quadrilha tinha uma logística própria e também conhecimento fiscal e financeiro para operar através de empresas de importação e exportação no Brasil e fora do país.

Os suspeitos vão responder pelos crimes de tráfico transnacional de drogas e associação para o tráfico. A pena pode chegar até 25 anos de prisão. Entre os procurados na operação estão fiscais, funcionários de portos e motoristas de carretas que transportavam as drogas. Todos os presos e o material apreendido foram levados para a sede da Polícia Federal no Rio de Janeiro. Redação Folha Vitória

PUBLICIDADE

Últimas Notícias



PUBLICIDADE

Enquete


Copyright © 2003 / 2018 - Todos os direitos reservados
NossaCara.com é propriedade da empresa Brito Santos Comunicações e Publicidades Ltda.
Fones: (73) 9 9111-2313 / (73) 9 8158 2860